Acompanhe nossa postagens no Google

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Tiro que tirou a vida do Diácono Everaldo Araújo partiu de policiais militares, afirma delegado

Os tiros que tirou a vida do Diácono da Assembleia de Deus Everaldo Araújo, partiu de policiais militares, afirmou o delegado Hudson Guimarães ao repórter Daniel Machado, do Jornal do Tocantins dessa quarta-feira.




O assassinato aconteceu no dia 1º de abril, em uma das principais avenidas de Palmas AV. JK, proxímo ao Palácio Araguaia. Centenas de pessoas que estavam presentes acompanharam a execução do díacono Everaldo. O mesmo estava noivo e iria se casar ainda esse ano.


A comunidade evangélica ficou abalada, e a OAB e o Ministério Pública acompanham o desenrrolar desse processo.

Postado por Assessoria de Comunicação às 13:00 
Retirado do site http://www.jornaldamissao.blogspot.com/