Acompanhe nossa postagens no Google

segunda-feira, 23 de maio de 2011

TEMPOS DE JEJUM

TEMPOS DE JEJUM

Quando uma pessoa decide diminuir ou anular a sua alimentação por um período de tempo, geralmente pré-determinado, chama-se este ato: Jejum. Pode ser realizado por orientação médica, antes de certos exames ou mesmo devido a alguma cirurgia, dentre outras necessidades.

De acordo com o texto sagrado descrito em Isaías 58: 4-14, o Jejum deve ser para fortalecimento do espírito e, para louvor e adoração a Deus. O jejum é baseado no sentido bíblico literal, que é uma forma de ‘matar a carne’. Quando você ‘mata a carne’, você está fortalecendo o seu espírito, vencendo motivações egoístas e assim, se aproximando mais de Deus.O jejum pode ser a abstinência não só de alimentos, mas de qualquer coisa ou hábito que tenha se tornado ‘indispensável’, como forma de entrega e dependência total de Deus e varia de acordo com a idade, condição de saúde, necessidade de cada um.A melhor forma de iniciar um jejum é fazer uma oração dizendo a Deus que a partir daquele horário estará jejuando, e, quando o jejum terminar, fazer outra oração entregando o propósito nas mãos de Deus. Jejuando, a pessoa fica mais forte espiritualmente e mais resistente às investidas do mal, porém não se deve demonstrar para as pessoas que está em jejum, este acto é uma particularidade entre o homem e Deus. (Veja também em Mateus 6:16-18)

Daí, mediante esta comunhão com Deus, tendo-O como aliado, vem as inspirações e sabedoria para vencer e tornar possível o que ainda não existe!

Existem várias modalidades de jejum e oração:

fortalecimento, propósito (7, 14, 21, 30, 40 dias); consagração; proclamação de decretos, na qual oramos com base em decretos da Palavra (que delícia poder orar a Bíblia!). Escreva e cole decretos, e assim você estará alimentando continuamente seu lar e sua família com bênçãos espirituais.

Um dia ou uma refeição - É um propósito de consagração. Mas é indicado que seja tirada a refeição mais importante para você.

Três dias - É o jejum para abrir portas. Nesse período, leia o livro de Ester, pois ele lhe ensinará o propósito do jejum de três dias. O cetro vai se estender a seu favor quando você aprender a fazer o jejum correto.

Sete dias - Tem o propósito de conseguir uma bênção específica. Todas as vezes que Israel parou e jejuou houve um decreto de sete dias para que a nação ganhasse uma bênção específica.

Vinte e um dias - Esse é um dos jejuns mais completos porque atrai os céus e a Terra e confronta principados da maldade e os príncipes de Deus se levantam a nosso favor. Segundo a história de Daniel, o anjo Miguel entra na nossa causa com esse jejum. Depois que Daniel orou e jejuou por 21 dias (Dn 10), o anjo lhe disse que a oração havia chegado ao Trono, mas o principado da Pérsia lutou contra o anjo durante os 21 dias e Deus mandou Miguel, o príncipe de Israel, para ajudar o anjo. Esse é um jejum específico para nos trazer revelações tremendas do que Deus vai fazer nas nossas vidas diante de grandes dificuldades. Eles saíram da Babilônia e voltaram para Jerusalém. Sairemos de uma situação crítica e entraremos na bênção, entraremos na promessa, com esse jejum.

Trinta dias - No cativeiro da Babilônia, houve uma conspiração contra Daniel, feita pelos governadores, capitães e príncipes, para que não fosse adorado nenhum outro deus a não ser o rei, num decreto (pregão) de 30 dias. Quem desobedecesse seria lançado na cova dos leões (Dn 6). Daniel, no mesmo período, passou a orar e jejuar, não a Dario, mas ao Deus de Israel. Por isso, foi lançado na cova dos leões. Mas o Senhor anulou o decreto de Dario e não deixou que os leões devorassem o profeta. Leão se alimenta de carne, mas Daniel não andava na carne. A Bíblia diz que satanás fica ao nosso derredor bramindo como se fosse um leão (I Pe 5:8), mas temos uma arma que vence: a santidade. O diabo pega alguns porque andam na carne, porque a carne está aguçada. A santidade vai fazer com que o leão fuja da sua presença. Um homem de Deus fecha a boca dos leões.

Quarenta dias - Esse jejum é para saber qual o seu ministério, confirmá-lo, desatá-lo, e fazê-lo crescer e para que o nosso ministério encontre respaldo.

Moisés, Elias e Jesus oraram e jejuaram por 40 dias. Moisés porque tinha o ministério de libertação, Elias por causa do ministério profético e Jesus pelo ministério messiânico. Com oração e jejum, além de ganharmos vidas, não fica pecado nas células e nem nos Doze.

Moisés orou e jejuou por 40 dias, no Sinai. Nesse período, ele foi confrontado pelo principado de idolatria oriundo de Faraó, arraigado no coração do povo, desde o Egito.

Depois que o anjo lhe serviu comida no deserto, Elias orou e jejuou 40 dias para enfrentar o principado de idolatria e feitiçaria em Acabe oriundo de Jezabel (I Rs 19:8). Jesus orou e jejuou por 40 dias e venceu o diabo (Lc 4:1-13).

O jejum de 40 dias destrói as forças dos principados e quebra suas bases de atuação. Se você quer que Deus lhe dê um ministério de êxito, vai precisar pagar um preço de jejum e oração. O preço da redenção Jesus já pagou; o preço da consagração quem paga é você.

O jejum é um compromisso que deve ser sustentado permanentemente. Você pode jejuar 40 dias e no 41º dia perder a bênção por uma atitude. Satanás vai testar as nossas atitudes e uma atitude errada pode anular todo o jejum de 40 dias.

COMO COMEÇAR?

Não comece jejuando logo quarenta dias!!

Jejue até o almoço.

Depois passe do almoço até a janta.

Depois até a hora de dormir ou até o outro dia pela manhã.Sentirá fome, é claro, mas isto é o jejum. Quando suprimir isto, poderá jejuar por três, cinco e sete dias.

Quanto mais longo for o jejum, mais convicção a pessoa precisa ter que é vontade de Deus que faça assim.

Não é bom alimentar-se muito no dia anterior ao jejum.

É bom deixar o café e o chá alguns dias antes para não dar problema de dores de cabeça, tentações...

E prepare-se para o jejum ser um tempo de luta contra os poderes das trevas.

COMO TERMINAR O JEJUM?

Comendo coisas leves.

Se um jejum for prolongado, não se deve interromper com comidas fortes.

TRÊS TIPOS DE JEJUM

Jejum parcial – Daniel 10.3 Uma restrição na dieta e não uma abstenção completa. Este tipo de jejum pode servir de primeiro passo para as pessoas de compleição física fraca e para as que nunca jejuaram. A pessoa se abstém de certas refeições diárias e de certos alimentos.

Jejum absoluto – Atos 9.9Neste tipo de jejum a pessoa se abstém de comida e bebida. Não dura mais que três dias, pois ficar sem beber água durante muito tempo pode causar danos ao organismo.

Jejum sobrenatural - Deuteronômio 9.9; Êxodo 34.18; 1 Reis 19.8; Mateus 4.2.Moisés e Elias fizeram jejum sobrenatural e tiveram um fim também sobrenatural.Deve-se ter certeza da vontade de Deus ao se fazer um jejum prolongado.

Conclusão

O jejum é para Deus somente, que nos vê em secreto. A motivação dele nunca será para nossas ambições pessoais, mas para a glória do Senhor! Isaías 58 fala que o jejum agradável é aquele que Deus escolheu. O jejum, como a oração, deve ter sua origem em Deus para que tenha efeito. Que o Senhor nos abençoe quando jejuarmos!

DEVOCIONAL DO JEJUM


Nosso jejum deverá ser acompanhado do devocional diário.

1º dia, 08.03.2010 – Mateus 6:9-18
2º dia, 09.03.2010 – Salmos 103:1-11
3º dia, 10.03.2010 – Mateus 18:23-35
4º dia, 11.03.2010 – Provérbios 08:20-21
5º dia, 12.03.2010 – Salmos 126:1-6
6º dia, 13.03.2010 – Marcos 11:22-26
7º dia, 14.03.2010 – Salmos 37:1-9
8º dia, 15.03.2010 – I Pedro 2:1-5
9º dia, 16.03.2010 – Joel 2:23-27
10º dia, 17.03.2010 – I Samuel 2:1-11
11º dia, 18.03.2010 – Salmos 40:1-5
12º dia, 19.03.2010 – Provérbios 16:16-24
13º dia, 20.03.2010 – II Coríntios 4:7-14
14º dia, 21.03.2010 – Salmos 15:1-5
15º dia, 22.03.2010 – Isaías 43:1-7
16º dia, 23.03.2010 – João 10:1-10
17º dia, 24.03.2010 – Provérbios 29:14-18
18º dia, 25.03.2010 – Salmos 91:1-16
19º dia, 26.03.2010 – Mateus 14:22-33
20º dia, 27.03.2010 – Deuteronômio 5:16-22
21º dia, 28.03.2010 – Salmos 16:1-11
22º dia, 29.03.2010 – Deuteronômio 18:9-14
23º dia, 30.03.2010 – Provérbios 22:17-21
24º dia, 31.03.2010 – Lucas 5:1-11
25º dia, 01.04.2010 – Isaías 11:1-10
26º dia, 02.04.2010 – Mateus 27:33-54
27º dia, 03.04.2010 – Mateus 28: 1-20
28º dia, 04.04.2010 – Isaías: 61:1-3
29º dia, 05.04.2010 – Salmos 18:1-6
30º dia, 06.04.2010 – Eclesiastes 11:1-9
31º da, 07.04.2010 – Hebreus 10:19-25
32º dia, 08.04.2010 – I Tessalonicenses 5:12-22
33º dia, 09.04.2010 – Jó 42:1-5
34º dia, 10.04.2010 – Provérbios 3:1-12
35º dia, 11.04.2010 – Salmos 100:1-5
36º dia, 12.04.2010 – Josué 1:1-9
37º dia, 13.04.2010 – Marcos 16:15-18
38º dia, 14.04.2010 – I João 5:13-19
39º dia, 15.04.2010 – I Coríntios 13:1-13
40º dia, 16.04.2010 – Salmos 23:1-6