Acompanhe nossa postagens no Google

sábado, 11 de maio de 2013

A moda a serviço de Deus

Blusa da marca Wad

Empreendedores cristãos criam marcas com estilos despojados, mas com pudor
Vestir com decência é bom, mas usar roupas com pudor que ainda retratam o evangelho é melhor ainda. Essa é a ideia de alguns empreendedores cristãos, que enxergam no negócio uma oportunidade de anunciar a fé. Tanto roupas, quanto acessórios são confeccionados com símbolos, frases e desenhos cristãos. “Criamos produtos que pretendem ser mais do que apenas “cool” (legal) e interessantes, mas que inspirem e carreguem sempre uma mensagem positiva do evangelho”, diz o administrador e estilista, William Aragão de uma marca do Estado do Espírito Santo.
“A maioria das blusas são próximas ao quadril. É um estilo despojado sem ser sensual. Queremos que as pessoas se sintam confortáveis dentro e fora da igreja”, explica o estilista. Além do modelo, William e mais dois sócios fazem o uso também de frases que remetem a Palavra como: “Pai, filho e Espírito Santo”, “A certeza do que se espera e a convicção do que não se vê”. Além do público evangélico, ele explica que um dos alvos é alcançar pessoas não cristãs. “Muitas lojas seculares vendem e gostam das roupas. É bom porque de alguma forma eles recebem o evangelho”, relata.
Blusa da marca TWLOHA
Boa parte das vendas é realizada pela internet. Os clientes recebem o produto em casa após comprar pelo site. William conta que a ideia da marca surgiu após uma viagem à Austrália. “Notei alguns modelos que fogem do padrão limitado que percebo em algumas roupas cristãs no Brasil e achei interessante ousarmos nisso. Pensei em fazermos algo com designer “maneiro” e com  estilo”.
Redesuper via Jornal da Missão