Acompanhe nossa postagens no Google

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Ex-ator pornô gay testemunha sobre conversão e diz que igrejas precisam aprender a ouvir os homossexuais


Ex-ator pornô gay testemunha sobre conversão e diz que igrejas precisam aprender a ouvir os homossexuais



Ex-ator pornô gay testemunha sobre conversão e diz que igrejas precisam aprender a ouvir os homossexuais
Um ator que atuava em filmes adultos para o público homossexual resolveu revelar seu testemunho de conversão à fé cristã depois de viver anos trabalhando na indústria pornográfica.
Joseph Sciambra, 44 anos, teve contato com a pornografia aos 8 anos de idade, quando viu uma revista que um de seus irmãos mais velhos havia comprado, e na juventude, estava dependente desse tipo de publicação e insatisfeito com as relações heterossexuais.
Aos 19, passou a sair com homens mais velhos e logo depois, passou a frequentar cabines de sexo oral anônimo. Nessa fase, passou a ouvir vozes, que hoje ele identifica como demoníacas.
Quando passou a atuar em filmes pornográficos gays, Joseph diz que já havia mantido relações sexuais com mais de mil homens, e sentia ódio por tudo e todos. Nessa época, sofreu uma possessão demoníaca violenta, que quase o levou à morte.
A mãe de Joseph foi visitá-lo no hospital e fez orações para que ele se recuperasse, e isso mexeu com ele: “Eu acredito que existe uma ligação entre o movimento homossexual e as forças do mal, porque o estilo de vida gay é, essencialmente, uma mentira e uma ferramenta de decepção. Aqueles que defendem para ele – prometem muito, mas raramente entregam o que prometem”, afirmou.
Agora, Joseph tornou-se escritor e publicou o livro Swallowed by Satan, que pode ser traduzido como “engolido por satanás”, onde narra suas experiências adquiridas ao longo de anos na homossexualidade.
Em entrevista ao LifeSiteNews, Joseph afirma que “o casamento gay é uma artimanha política” que visa forçar todos os homossexuais apoiarem esse tipo de união civil. “A grande mídia está colaborando com os gays da elite e tem passado uma imagem muito distorcida e falsa do estilo de vida homossexual pintado para o povo”, afirmou.
Segundo Joseph, a abordagem das igrejas com o público homossexual está errada: “Eu vi muitos homens e mulheres homossexuais infelizes e desligados do cristianismo por causa de um excesso de zelo cristão que lhes mostrou a condenação, mas não amor. Como eu descobri, quando uma pessoa gay está pensando em abandonar esse estilo de vida, muitas vezes só quer um amigo desinteressado, ou seja, alguém que não quer ou exige algo deles. Isso pode ser apenas uma questão de ouvir, não é realmente oferecer um monte de exorcismos ou dogmas, mas simplesmente deixá-los saber que você se importa. Uma vez que a relação é estabelecida, você tem que decidir quando e como a verdade do plano de Jesus Cristo por cada um de nós deve ser entregue. Mais uma vez, deve-se sempre lembrar que estes estão profundamente feridos e sofrendo as pessoas: eles precisam de sua simpatia, compaixão e orações”, afirmou.
Por Tiago Chagas, para o Gospel
+