Acompanhe nossa postagens no Google

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Igreja Batista ÀGAPE inaugura Casa para o Projeto Menina dos Olhos de Deus em Paraíso do Tocantins

Com a presença de várias autoridades civis e religiosas foi inaugurada na noite de ontem a primeira casa de recuperação de menores na cidade de Paraíso do Tocantins, através da Congregação Evangélica ÀGAPE e fica localizada no Setor Bela Vista.

A Casa Menina dos Olhos de Deus tem como parceira, além da Congregação ÀGAPE, o Conselho Tutelar, Ministério Público, Defensoria Pública, Delegacia da Infância e Juventude, empresários e autoridades políticas. Sem cunho político a entidade vem para abrigar neste primeiro momento apenas meninas em recuperação de maus tratos, abusos sexuais, abandono ou risco eminente às drogas ou de terceiros.

O Pastor Jean Carlos de Souza, da Igreja ÀGAPE está a seis anos na cidade onde dirige a Igreja Sede no Setor Bela Vista e tem outra no Setor Nova esperança, mas, pelo pouco tempo na cidade dá este passo tão importante de cunho social em Paraíso do Tocantins e quiçá na região. Ele é o Coordenador da Casa Menina dos Olhos de Deus em Paraíso do Tocantins, tendo como Vice a senhora Eliana Luiza dos Santos e a Direção da Casa ficará por conta Mãe Social Maria Tânia Pereira Campelo. 
Para a inauguração da Casa Menina dos Olhos de Deus veio o Coordenador Nacional do Programa, Pastor Jorge Marte Pereira da Silva e dentre as autoridades do estado e local estavam os Deputados Estaduais José Geraldo (PTB) e Marcelo Lelis (PV), Vereadores Amiron Pinto e Joaquim Júnior (PMDB), Lafaiete Lobo (PT), atual Presidente da Câmara Municipal de Paraíso do Tocantins, DR. Pedro Ricardo Inchausti, Diretor do Hospital de Referência de Paraíso do Tocantins, a Presidente do Conselho Tutelar e todos os Membro do Conselho.

Objetivos do Programa

A Casa Menina dos Olhos de Deus, além de ser um meio de acolhimento e restauração de crianças abusadas, deseja ser uma porta voz a expor a gravidade desta situação e a realidade dos fatos para que mais e mais pessoas decidam abraçar esta causa e lutar contra este mal.

Dados interessantes

- As redes criminosas que traficam humanos movimentam por ano 9 bilhões de dólares;
- 92% das vítimas são recrutadas para servirem à exploração sexual;
- 85% dos casos de tráfico de seres humanos envolvem mulheres;
- 48% são menores de 18/ anos; e,
- Apenas 1% das vítimas de tráfico humanos é resgatada.

A criança que é vítima de abuso sexual prolongado desenvolve uma perda violenta da sua auto-estima, como se o seu eu desintegrasse pela violência sofrida, tem a sensação de que não vale nada e adquire uma representação anormal da sexualidade. A criança pode tornar-se uma retraída, perder a confiança em todos os adultos e pode até chegar a considerar suicídio.

As pessoas interessadas em ajudar esta causa, liguem para (63) 3602-4140 ou dirijam-se ao endereço Av. Castelo Branco, 178 – Paraíso do Tocantins ou depositem no Banco do Brasil – ASA- Agência 0804-4 c/c 31790-X.