Acompanhe nossa postagens no Google

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Regis Danese na Feira Literária Internacional do Tocantins na Concha Acústica nesta sexta; confira programação com entrada Franca


Nesta sexta-feira, 29, a Feira Literária Internacional do Tocantins (Flit) traz muitas atrações para quem passar pela Praça dos Girassóis.

No auditório Juarez Moreira Flilho haverá apresentação de teatro, palestras com Ângelo Dutra, Antônio Carlos Scchini e Maria Celestina Fernandes, da Angola. A angolana é assistente social e licenciada em direito. Começou a carreira literária no início da década de 1980, com a publicação de trabalhos no Jornal de Angola e Boletim da Organização da Mulher Angolana (OMA). Sua maior produção é dirigida à literatura infanto-juvenil.

Já Estação Cordel traz apresentações de Severino Feitosa e Sebastião Silva, Izaias Gomes e um recital de poesia de Valdemar e Genival Nicolau. Valdemar Rodrigues de Sousa, o Demar Cordel, é pedagogo, filho de Porto Nacional, músico e apaixonado pela literatura de cordel. Seus livretos produzidos são comercializados em feiras livres e eventos culturais. Seu trabalho tem destaque com a musicalidade e o trânsito. Está sempre em parceria com Genival Nicolau, outro poeta cordelista, do Ceará.

Na Concha Acústica, o público poderá conferir o show gospel de Regis Danese. Regis destacou-se com suas composições de grande repercussão como Te Amar Sem Medo, O Samba Não Tem Fronteiras e Amor Verdadeiro. A música Faz Um Milagre em Mim se tornou um hit nacional e invadiu as programações de rádio e TV do mercado secular.

Enquanto isso, o Café Literário apresenta vários lançamento de livros. Em destaque, o livro de Cesário Barbosa Bonfim, “Rememorando Itacajá”. Além disso, o espaço traz também apresentações musicais, teatro, oficina, palestra e recital de poesia.

A Estação Jovem Campeão vai sediar o Festival Estudantil das Artes. E, nos palcos itinerantes, o público poderá conferir peças teatrais e música. Somando-se a toda está programação o público também pode assistir as quadrilhas juninas na Estação Folguedo todos os dias, conhecer mais sobre a cultura indígena na Estação Multicultural e conferir o Festival Chico no Memorial Coluna Prestes. Fonte: Portal CT