Acompanhe nossa postagens no Google

terça-feira, 21 de maio de 2013

Ditadura gay quer transformar a heterossexualidade em anormal

Ditadura gay quer transformar a heterossexualidade em anormal
Acredite isso já é um fato entre os militantes que encontram sempre voz na psicologia pós-moderna, e na educação da atual administração. Ditadura gay existe? Ao final deste texto você mesmo poderá avaliar.
Mas se ela existe o que pretende? Essa resposta está na ponta da língua de todo cidadão cristão: “desconstruir a família tradicional e com isso afetar o cristianismo”.
Ouvimos este discurso e muitos, até entre nós mesmos, acham exagero. Muitos pastores ausentes, fechados em seus problemas internos de suas igrejas, dizendo: ”Estamos orando”; “Deus proverá”; “é mister que isso ocorra”… Quando chamamos atenção para a perseguição que está acontecendo no mundo das ideias, estes, tem seus discursos alienados prontos! Transformaram a força da palavra de Deus em “chavões” e desculpas para a covardia e desinteresse em lutar pelas causas do evangelho, que estão realmente afetando a igreja e desconstruindo nosso Deus como criador, como fato e transformando-o em um mito do preconceito.
Hipócritas! Bem profetizou Isaías acerca de vocês, dizendo: ” ‘Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. Em vão me adoram; seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens’”. Mateus 15:7-9
Talvez você fique chocado(a) com minhas palavras e sua reação será de me criticar por elas (cuidado você pode ser mais um que foge da realidade por ego ou incompetência cristã por não saber como pode ajudar então prefere o caminho mais curto, ignorar, negar que isto esteja acontecendo, minimizar o problemas, racionalizar ou mesmo intelectualizar), note que estes são mecanismos de defesa que o ego lança mão para se proteger de algo que ele não consegue aceitar talvez. Resumindo, estamos fugindo muitas vezes da situação para não nos comprometermos, mas no fundo sabemos  ser algo que Deus vai nos cobrar.
Eles afirmam que conhecem a Deus, mas por seus atos o negam; são detestáveis, desobedientes e desqualificados para qualquer boa obra. Tito 1:16
Muitos de nós estamos em uma zona de conforto, e pior queremos permanecer nela e não nos damos conta que enquanto dormimos na luz e no conforto de nossas  igrejas , muitos estão morrendo na escuridão em volta dela…
As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade” (Lamentações 3. 22 e 23)
As coisas tem acontecido, e nós estamos apenas confiando em orações passivas,  por falta de conhecimento, pois Jesus nos ensina que tem certos demônios  que só sai com muito jejum e oração, ou seja com ação se transportamos para nossa realidade  a Bíblia diz:” Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum. Mt 17: 14-21.
Em primeiro lugar é necessário que entendamos que, a luta com os demônios é guerra no mundo espiritual. Os demônios são seres espirituais com personalidade e inteligência. Como súditos de Satanás, inimigos de Deus e dos seres humanos (Mt 12.43-45), são malignos, destrutivos e estão sob a autoridade de Satanás (ver Mt 4.10 nota).
Olhando por este prisma, o crente para atuar nessa área precisa estar devidamente revestido de poder, e estar dotado de fé suficiente para esse trabalho. Transportando para o mundo natural, o crente precisa ter conhecimento, cultura, sabedoria natural e ao mesmo tempo, oração, jejum e ação para poder agir no mundo natural, pois estamos espiritualmente somente orando e no mundo natural esperando passivamente. Enquanto isso, as coisas tem acontecido de forma a impressionar. Segue abaixo algumas perseguições já consolidadas.
  • Todo os psicólogo que se manifestar socialmente como cristão, contra a agenda gay, e contra qualquer comportamento em razão de sua fé, ou até mesmo, concordando com aborto, legalização de drogas, desconstrução da heterossexualidade como inata, será advertido a principio pelo Conselho de Psicologia (isso acontece comigo então não adianta dizer que é mentira porque respondo processo por isso).
  • Médicos que se negarem a fazer aborto por princípios religiosos serão punidos administrativamente.
  • E hoje todo juiz que se negar a fazer o casamento gay seja por qualquer razão, será responsabilizado e responderá por isso.
  • Professores tem sido proibidos de orar ou falar de Deus para seus alunos
  • Estudantes em universidades tem sofrido bullying por se denominar cristão evangélico, etc.
Estamos sendo pressionados por uma militância ideológica política de gênero (gay) com ajuda da mídia e de políticos que querem apenas voto, criando resoluções, cerceando direito constitucional do cidadão, criando conflito ético com a constituição, para em nome de acabar com um preconceito desconstruir a família tradicional e a heterossexualidade como inata, natural do ser humano. Ou seja, para encaixar todas as formas de erotismo, afetividade estão tentando e conseguindo, em algumas situações, desconstruir dizendo que o que impede este avanço é o judaísmo/cristianismo. E como fazem isso? Convencendo a população e a nós mesmos que nosso Deus é homofóbico, nossa Bíblia é homofóbica, nós cristãos somos homofóbicos, e com a ajuda de nossa omissão, nossa hipocrisia, falta de conhecimento e humildade em reconhecer aqueles que ajudam e enfrentam essas causas.
Segue parte do conteúdo de minhas palestras sobre desconstrução da familia de Deus e sobre ditadura gay, acredito ser útil para todos como forma de conhecimento e vejam como está acontecendo ações práticas na vida escolar e acadêmica dos nossos filhos com intuito de dar um golpe fatal: o de deixar em dúvida parte da população se a nossa heterossexualidade é normal, é natural, e conseguir com isso implantar a criação de gênero neutro.
Essa desconstrução de Deus e da família bem como da heterossexualidade está se dando pelo discurso que já é prática da Teoria Queer (teoria da desconstrução), Gênero Neutro, heteronormatividade, pelo ateísmo, relativismo social, educação, leis, política, agenda internacional gay, instituindo a homofobia (lei da mordaça).
Mas o que seria essa Teoria Queer ? de forma simplificada explico a essência dela
É uma teoria sobre o gênero, que afirma que a orientação sexual e a identidade sexual ou de gênero dos indivíduos são o resultado de uma construção social e que, portanto, não existem papéis sexuais essencial ou biologicamente inscritos na natureza humana, antes formas socialmente variáveis de desempenhar um ou vários papéis sexuais.
Teve origem nos Estados Unidos em meados da década de 1980 a partir das áreas de estudos  (gays, lésbicas e feministas), fortemente influenciada pela obra de Michel Foucault. Expande o âmbito da análise para abranger todos os tipos de atividade sexual e de identidade classificados como “normativos” ou “desviantes”.
No século XX, se focaram em desacreditar a dicotomia entre a homo e a heterossexualidade numa perspectiva biológica; A noção do descentramento do sujeito — ou seja, a idéia de que as faculdades intelectuais e espirituais do ser humano não são parte da sua herança biológica,embora se definam em condições biológicas, mas o resultado de uma multiplicidade de processos de socialização, através dos quais se constituem de maneira sumamente diferenciada as noções do eu, do mundo e das capacidades intelectuais para operar abstratamente com este afirma esta teoria que  os indivíduos obtêm a sua condição “masculina” ou “feminina” como produtos meramente  histórico-sociais. Não aceita  uma forma “normal” de sexualidade — o casal heterossexual estável , inata e sim que todas as manifestações de orientação sexual são normais e devem ser aceitar em igualdade.
O que querem implantar na sociedade é que, a  heterossexualidade não é normal, não é nascida, e sim imposta por um meio e claro pelos religiosos que são uma maioria preconceituosa que impôs através dos séculos seu estilo de vida no caso do Brasil judaico/Cristã. Indo contra a concepção deles de que toda forma de manifestação de sexualidade é normal.  Baseado nessa teoria, então podemos dizer que a pedofilia é aceitável como manifestação natural? Normal? Entendam o futuro disso tudo.
Heteronormatividade
Dentro dessa teoria então criou se um termo hoje combatido pela psicologia atual que é a heteronormatividade.(uma heterossexualidade construída pelas normas sociais vigentes)  O termo foi criado por Michael Warner em 1991, em uma das primeiras grandes obras sobre a Teoria Queer Que diz que os que não são Heteronormativos não são percebidos como “normal, moral ou merecedores de ajuda do Estado” ou de legitimação querem imputar a heterossexualidade o rótulo de preconceituosos?ou seja só porque você nasceu heterossexual você já é preconceituoso.
A heterossexualidade então é tomada como normativa dentro de uma sociedade.
Cathy J. Cohen define a heteronormatividade como a prática e as instituições que legitimam e privilegiam a heterossexualidade e relacionamentos heterossexuais como fundamentais e ‘naturais’ dentro da sociedade”.  e diz que  essa “norma” é imposta por uma classe e ou religião, por um grupo opressor que  impede a manifestação   plural da sexualidade
A preocupação do movimento LGBTT e de seus militantes (psicologia, educação, sociólogos etc.) que tentam implantar essa teoria, é que numa sociedade “heteronormativa” entre as   normas estabelecidas para ambos os gêneros está o requisito de que os indivíduos deveriam sentir e expressar desejo somente por parceiros do sexo oposto e isso para eles é anti natural, pois o indivíduo pode se interessar por todas as formas de sexo e essa liberdade é interrompida pelas maiorias opressoras  (religiosos) desde o nascimento.
Vamos aos fatos
Quero informar que este discurso é uma inversão de valores é falacioso, negligencia a biologia, o sexo de nascimento e todas as outras ciências (médicas, por exemplo) que nunca comprovaram tais afirmações, elas são de socialistas, letristas, relativistas e muitos “istas”, não de cientistas pois estes não estão conseguindo fazer malabarismos com a ciência legítima, por isso são chamados de teorias, são discursos promovidos pelo movimento ativista gays, e  usam a bandeira do fim do preconceito atribuindo a heterossexualidade o rótulo que eles carregaram por muitos anos, seria vingança, esquizofrenia. Então para acabar com o preconceito contra os homossexuais temos que transformar nossas crianças desde o ventre da mãe em uma criança em conflito sexual, não podemos sinalizar, modelar o comportamentos conforme ao sexo nascido  para não frustrar um possível  adulto homossexual? E se dizermos que isso é uma loucura podemos ser punidos ou taxados de preconceituosos? Temos que aceitar engolir porque a “sociedade” (militantes ideológicos de gênero)  perdeu sua referência. A referência de nascimento é heterossexual e se expressa na natureza humana, animal, até mesmo na teoria ateísta de Darwin de evolução e seleção sexual das espécies comprova que esta Teoria Queer é inequívoca e serve aos desejos de quem a criou , não podemos promover enganos como desculpa de acabar com o preconceito e por vingança de um Deus que Não acreditam.
Para os que acreditam em Deus digo que: As famílias estão no coração de Deus. Afinal, foi projeto de Deus a criação da família que se iniciou lá no jardim do Éden com o casal Adão e Eva. E é esse o objetivo afetar o Deus que cremos, esses discursos são ateístas, pois podemos sim acabar com preconceito tornando as diferenças aceitáveis aos olhos principalmente dos cristão e isso já ocorre , e não podemos destruir nosso Deus e nossa família para atender aos desejos de alguns militantes ideológicos políticos pois isso sim é insanidade.
Veja o que fala um professor de “Homocultura” durante um seminário em Brasilia sobre gênero ele comprova o que estou dizendo, e para reforçar leia este artigo do Reinaldo Azevedo:
“Ela [heterossexualidade] é a única orientação que todos devem ter. E nós não temos possibilidade de escolha, pois a heterossexualidade é compulsória. Desde o momento da identificação do sexo do feto, ainda na barriga da mãe, todas as normas sexuais e de gêneros passam a operar sobre o futuro bebê. Ao menor sinal de que a criança não segue as normas, os responsáveis por vigiar os padrões que construímos historicamente, em especial a partir do final do século 18, agem com violência verbal e/ou física. A violência homofóbica sofrida por LGBTTTs é a prova de que a heterossexualidade não é algo normal e/ou natural. Se assim o fosse, todos seríamos heterossexuais. Mas, como a vida nos mostra, nem todos seguem as normas”. “o menor sinal de que a criança não segue as normas, os responsáveis por vigiar os padrões que construímos historicamente, em especial a partir do final do século 18, agem com violência verbal e/ou física. A violência homofóbica sofrida por LGBTTTs é a prova de que a heterossexualidade não é algo normal e/ou natural. Se assim o fosse, todos seríamos heterossexuais. Mas, como a vida nos mostra, nem todos seguem as normas…… “não é para provar que todos somos iguais perante a lei: é para tirar os heterossexuais da “zona do conforto”. -Leandro Colling”, identificado como “professor da Universidade Federal da Bahia, presidente da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura e membro do Conselho Nacional LGBTA
A gravidade desse discurso esquizofrênico que está ganhando até em nosso meio, muitos líderes já se deixaram enganar e ajudam desconstruir a heterossexualidade por interesses próprios , ou simplesmente para se vingar de algum líder que não concorde que esteja em evidencia defendendo a família, na arrogância de julgar a legitimidade espiritual da pessoa em questão, como se isso fosse possível para nós pobres mortais. Enquanto o ego atrapalha, a situação é a seguinte: O que sempre foi verdade na ciência, hoje é dita por estes professores como inversão, como engano, a manipulação na palavra não pode se transformar em verdade social, e está sendo a  passos largos, e nós temos sido os grandes promovedores dessas causas. Vale lembra que em Gn. 6.18, em referência aos animais que entraram na arca de Noé, determinou o Senhor que entrassem casais. Porque é sempre pelos casais que se formam as famílias.
Famílias desestruturadas, líderes causando escândalos, cristãos que se vendem por medo de perder sua imagem, sua fama, falam em pagar o preço, mas quando a “maré sobe” é o primeiro a pular fora do barco  e perverter até mesmo um versículo bíblico para caber sua covardia.   E é clássico dos dizeres: Jesus está voltando, não é contra o sangue, é mister que isso aconteça, e vamos ficar de braços cruzados, então pra que fazer barulho, vamos nos recolher em nossas igreja, deixar que os outros se explodam, e esperar a chagada de Jesus e ir pro céu certo? Errado se o mundo chegou a este ponto é porque fomos omissos até então, Jesus não foi omisso conosco enfrentou tudo e a todos sabendo que is ser sacrificado, mas por você e por mim, ele acreditou valer a pena. E eu não sei você, vou fazer a minha parte, denunciar, palestra, escrever, alertar, gostem ou não do que vem acontecendo cobrar de nossos deputados mais foco, nas causas da família, ainda que não gostem ainda que sejamos taxados de oportunista, não importa fala sua parte, ou melhor vá além.
Mas voltando ao nosso texto, além da desconstrução da heteronormatividade, tem coisa pior a pratica nisso se dá na escola leia meu artigo gênero neutro.
Criação da criança em Gênero Neutro
Já é realidade em várias escolas no mundo e chegou no Brasil,segundo essa teoria que faz parte do “conjunto” a crianças devem ser criadas sem simbologia, signos, sem normas sexuais, e papeis sexuais e ou sociais e sim deixá-las livres para escolher de forma “natural” o que  e como desejam “se tornar”.
O adulto não pode interferir impondo papeis. Não se deve influenciar a criança a adotar comportamentos que sempre foram vistos como típicos de seu sexo.Para ser alcançado essa quebra de tabus e preconceito eles adotam práticas  arriscadas, que pode sim confundir a sexualidade da criança, mas como a ordem é desconstruir a heteronormatividade , a heterossexualidade como normal, nascida, de acordo com sua biologia, então essa  educação vem favorecer a teoria gay somente. Pois proíbe que um adulto influencie a criança com comportamentos que sempre foram vistos como típicos do seu sexo
Com todo esse discurso de eliminar preconceito e usar a igualdade entre os sexos para evitar a violência entre as mulheres, eles não informam como isso pode afetar negativamente seu filho, Até hoje a ciência não descobriu se a homossexualidade é inata ou adquirida no meio social, mas já se tem certeza de que toda criança nasce com predisposição a desenvolver características psicológicas do sexo a que pertence.
Essas ações e discussões são construídas quase que exclusivamente para vender homofobia travestida de preocupação parental. E claro que como pais podemos ser convencidos de qualquer coisa se provarmos com discursos que isso protegerá seu filho, com manipulação da verdadeira intenção, esses militantes que são gigantes dentro do sistema educacional principalmente vão introduzindo na grande massa calada as ideologias que quiserem. Até um ponto que não teremos mais como reverter…
Na Suécia, uma empresa criou um catálogo de brinquedos sem distinção de gênero, no Brasil, desenhos, cartilhas, já implantam essa idéia não mais da diferença que deve ser respeitada, mesmo você não concordando, mas e sim induzindo as crianças a viverem e ter desejos pelos dois sexos pois assim é “natural”.  E é no brincar na infância que a criança começa a elaborar estes papeis positivamente e negativamente e necessário sim o modelo adulto. A influência para se construir se firmar essa sexualidade do sexo nascido. E sinto que muitos professores e muitos psicólogos e médicos tenham se calado a este fato.
Tudo isso que escrevi, é uma realidade e muitos de nós tem contribuído para o avanço dessas ações contrárias a família por se negar a ouvir, e temo que quando realmente quiserem ouvir,não poderemos fazer mais nada.
Tudo isso faz parte de uma ditadura gay que se instalou no Brasil, e começou com o descaso de muitos de nós, por não acreditar por exemplo na política, e não  ter conhecimento que são as leis que mandam na nação, e só podemos obstruir projetos, e criar leis que nos defendam com a boa política, não por poder e ego, mas sim por amor as causas de Cristo. Que são boas e agradáveis sim porque não geram preconceito e sim amor, tudo isso está invertido na sociedade está na hora de deixarmos nossa omissão de lado e buscar conhecer, se envolver mais, ajudar, criticar o sistema, mas com inteligência, ou perderemos nosso maior direito e graça que temos o de manifestar nossa fé garantida pela constituição. Há muito mais a ensinar, mas deixarei para um próximo artigo, quando falarei do relativismo social, que entrou em nossa igreja, está no meio acadêmico destruindo a fé de nossos jovens, e é a principal responsável por tudo que está acontecendo, não podemos mais aceitar passivos que destruam socialmente a imagem do nosso Deus através de nossa fé e nossa família… Que Deus nos ajude, e façamos por merecer esta ajuda.
Motivo você meu irmãos a fazer a sua parte como, por exemplo, enviar e-mail, para deputados, senadores, divulgando atos e ações de todos aqueles que se importam e tentam de alguma forma lutar contra esse movimento que está engessando nossa fé e criticando manifestando sua indignação pessoal e ou de grupo contra essas novas leis, contra essa usurpação de direitos, precisamos (organizar grupos de discussões, seminários, palestras, imprensa, irmos também as rua, pacificamente ,atos públicos, marchas, reuniões com deputados, abaixo assinado, focado e entregue no final) Falta conhecimento, objetivo e foco, além de muita oração focada no problemas,  discernimento espiritual e natural juntos de forma ativa com amor e respeito ao próximo sempre, mas acima de tudo respeitando nossa fé nosso Deus, sem emoção com fé fundamentada em princípios internalizados.
Sei que muitos – e estes são os que tem menos condições – lutam nas redes sociais, mas também sei e outros além de não ajudar, atrapalham com comentários desumanos, com criticas e cobranças sem conhecimento de causa, apenas promovendo discórdia, e nos imputando rótulos e adjetivos simplesmente por não saber como agir. Tenham cuidado com o fermento dos fariseus, que é a hipocrisia.
Lucas 12:1 Outros  pegam o “bonde andando” como dizem e querem sentar na janela. Está quase que desumano continuar lutando contra o mundo e ter que viver combatendo a ignorância , arrogância e hipocrisia e ego de muito “crente” Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. 1 João 1:6
Não tenho medo algum de falar dessa forma, pois quem é bom e luta e foca no reino, não dará desculpas apenas reconhecerá a verdade, esse tem sido a queixa dos que realmente se importam e somos muitos, pequenos e numerosos só precisamos saber mais sobre o que acontece para saber agir, transformar nossas orações em ato, materializar nossa oração Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia! Salmos 32:2
Se somente oração fosse suficiente , não precisaria Deus enviar seu Filho para morrer por nós,(João 3:16)  ”Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. este foi um ato, um fato, uma ação e é por ela que posso hoje falar aos irmãos.
Referências
  • BUTLER, Judith. Críticamente subversiva. In: JIMÉNEZ, Rafael M. Mérida.
  • Sexualidades transgresoras. Una antología de estudios queer. Barcelona: Icária
  • editorial, 2002,
  • LOURO, Guacira Lopes. O corpo estranho. Ensaios sobre sexualidade e teoria queer.
  • Belo Horizonte: Autêntica, 2004.
  • Revista veja coluna reinaldo Azevedo
  • LOBO Marisa .artigo: Gênero Neutro : Coluna  .Gospelmais.com.br
  • JESUS: Bíblia Sagrada